Camila Petribú

Entre ironias e maiêuticas: quem puxou o gatilho em Columbine?

Em: #jornalismoporamor, Pensamento do dia

Texto reflexivo sobre o documentário “Tiros em Columbine”

Assisti a Tiros em Columbine pela primeira vez em 2011, quando cursava a oitava série do Ensino Fundamental. Na disciplina de Geografia, estudávamos o poder estadunidense nos cenários econômico, bélico, político e social e, não nego: Michael Moore, documentarista americano, me conquistou logo nos primeiros minutos de filme. A facilidade com a qual se adquirem armas nos EUA é assustadora, conforme mostra o cineasta. Em uma ida ao banco, em um dia qualquer, você abre uma conta e, pasmem, ganha uma arma. Simples assim. Sem grandes burocracias. Continue lendo “Entre ironias e maiêuticas: quem puxou o gatilho em Columbine?”

Camila Petribú

O que é Jornalismo, afinal?

Em: #jornalismoporamor

 “A paixão pelos temas e pelas pessoas me move e me salva, como Teseu foi salvo do labirinto” afirmou Stela Guedes em seu livro “Sobre Entrevistas”. Em 2012, encontrei minhas duas grandes paixões: lidar com pessoas e com palavras. Paixões que foram traduzidas na forma de crônicas e na arte de contar histórias. Stela diz que a paixão é capaz de promover movimentos nas pessoas e vejo o quanto “encontrar o sentido” destas duas paixões, na escrita, impactou a minha vida e me fez optar pela carreira de Jornalismo. Continue lendo “O que é Jornalismo, afinal?”

Camila Petribú

#jornalismoporamor

Em: #jornalismoporamor, Aconteceu Comigo

Quando você começa o Ensino Médio, uma dúvida gigantesca passa a habitar a sua cabeça: que curso devo escolher? Parece uma praga, a todo lugar que você vai tem alguém que pergunte ou opine:

  • “e aí, já decidiu que curso vai fazer?”
  • “e o Vestibular? Já pensou em fazer Medicina?”
  • “Menina, vá por mim: escolha um curso que te dê dinheiro”
  • “Faça Direito, Engenharia ou Medicina, tá? Ah, Direito é muito bom pra concurso!”

Continue lendo “#jornalismoporamor”