Quando descobri que Marketing vai muito além da propaganda!

Postei este texto em janeiro de 2016, lá no Medium, uma rede social para escritores! Contei um pouco da experiência que tive com o Inbound Marketing/ Marketing de Conteúdo e o quanto este assunto me surpreendeu! Aprendi a “tirá-lo” da teoria e a colocá-lo em prática com exemplos do meu dia a dia!


É engraçado ver o quanto as coisas mudam em tão pouco tempo. Lembro-me que, no início de dezembro, conversei com um amigo, por meio do chat do Facebook, sobre cursos que eu tinha o sonho de fazer. Recentemente, aprendi que uma formação vai muito além do “concluir um ensino médio ou um curso de graduação”. Ao graduar-se, você fecha um ciclo na sua vida e pode escolher ser apenas mais um na maioria das pessoas que concluíram o mesmo curso que você, ou você pode querer ir além. Eu escolhi ir além.

Tenho sede de aprendizado e, como sou recém-chegada neste mundo “adulto” de profissões, negócios, bebidas e entrada em lugares sem que seja necessária autorização dos pais, confesso que fiquei um tanto perdida. Eram cursos e mais cursos, pessoas das mais diferentes personalidades, oportunidades e mais oportunidades e eu não sabia qual caminho seguir, qual curso escolher e nem o porquê.

Conversando, então, com este amigo, fiz uma pequena lista dos cursos “dos sonhos”: escrita criativa, economia criativa, design thinking, oratória, como escrever gêneros científicos, como fazer um pitch de sucesso e mais alguns outros. Tentando resumir, meu objetivo era fazer as duas coisas que mais amo na vida: lidar com pessoas e lidar com palavras.

Foi aí que fui apresentada ao Marketing de Conteúdo e posso dizer uma coisa? É simplesmente fantástico. Estou cada dia mais apaixonada. Acredito que, depois de uma fase em que estava completamente perdida no “mundo adulto” dos negócios, encontrei-me. Marketing de Conteúdo vai muito além de uma simples propaganda. Marketing de Conteúdo é enxergar o cliente como ser humano e buscar atender às suas necessidades. Marketing de Conteúdo é educar o cliente sobre o mercado e fazê-lo escolher você (a sua empresa, o seu produto) dentre milhares de concorrentes existentes mundo afora. E como fazer isso? Como o próprio nome já diz: com conteúdo de qualidade. E por que não criar conteúdo útil ao cliente usando palavras? Bingo! Achei o curso dos meus sonhos. Consegui reunir pessoas e palavras. Conseguir reunir as minhas duas maiores paixões da vida e tenho aprendido bastante.

No Marketing de Conteúdo, o foco é o cliente e não a pessoa que faz o marketing. O cliente vem até você e não o contrário. Sabe aquelas propagandas ininterruptas na televisão? Os inúmeros panfletos que você recebe no trânsito? O Marketing de Conteúdo segue uma linha completamente diferente da utilizada no “Marketing Tradicional” e tem como base o Inbound Markenting, que tem como objetivo dar poder ao cliente, criando um conteúdo que ele realmente deseje ver.

É bem simples, o Inbound Marketing possui quatro objetivos ou ações: atrair/attract, converter/convert, fechar/close e encantar/delight. Para atingir tais objetivos, é importante seguir a Jornada do Comprador/Buyer’s Journey. Tentei enquadrar os objetivos à Jornada do Comprador para facilitar o entendimento:

As quatro ações/objetivos do Inbound Marketing.

1 — AWARENESS STAGE: Neste estágio, as pessoas (possíveis clientes) estão percebendo os sintomas de um determinado problema e estão pesquisando sobre estes sintomas a fim de identificar o problema e nomeá-lo. É o momento que você precisa ATRAIR (attract) estranhos e torná-los visitantes do seu blog/site.

2 — CONSIDERATION STAGE — O, agora, visitante da sua página já identificou o problema e busca opções para solucioná-lo. No Consideration Stage, você tenta converter o seu visitante em um lead (que nada mais é do que uma pessoa que já desenvolveu um interesse pela marca), convencendo-o a clicar em botões conhecidos como “Call-to-Action”, que irão direcioná-los a uma Landing Page, isto é, uma página específica que, por meio de um formulário preenchido pelo cliente, você terá como conhecê-lo melhor. Em troca do preenchimento do formulário, você oferece um material gratuito, como uma recompensa. O material pode ser o download de um eBook ou um conteúdo relevante! Conquiste o seu cliente!

3 — DECISION STAGE — Neste estágio, o lead já decidiu a solução do problema, mas está procurando a empresa certa para fechar negócio! É a hora certa de “vender seu peixe”! Fale da sua empresa e transforme seu lead em um cliente (consumidor)! É a fase do Fechar (Close). Mas, pensa que terminou por aí? De jeito nenhum! O Decision Stage também contempla a fase do “Encantar/Delight”, afinal, não basta conquistar um cliente, você tem que fidelizá-lo também! Envie e-mails com conteúdos inteligentes e faça com que, além de consumidor, ele vire um divulgador do seu produto e da sua marca!

Mas, para conseguir passar por todas as fases e atingir todos os objetivos do Marketing de Conteúdo, é necessária uma equipe de peso! Um time disposto a encantar e educar cada cliente! Quando algum membro da equipe consegue superar as expectativas do cliente ao fazer algo além do que havia sido planejado, tem-se o “Magic Moment”.

Disney World

Magic Moment realmente faz jus ao nome e é algo realmente mágico. Parei para pensar: uma empresa que usa frequentemente o Magic Moment é a Disney. Falo por experiência própria. Em janeiro de 2015, viajei aos Estados Unidos e fui, mais uma vez, à terra do Mickey. Chegando ao Magic Kingdom, os cartões de acesso ao parque do meu pai e da minha irmã apresentaram problemas na leitura, bloqueando a nossa entrada. Fomos orientados a entrar em uma fila para resolver a situação.

A primeira coisa que pensei, ao olhar o tamanho da fila, foi: “não iremos ver o Castelo da Cinderela nem tão cedo”. Fiquei frustrada, porque, nos Estados Unidos, tempo é dinheiro e, justamente por isto, tínhamos acordado super cedo para pegar o parque abrindo e evitar filas nos brinquedos. Meus planos não saíram como eu tinha imaginado e comecei o dia enfrentando uma fila. E não era qualquer fila, tinha gente de todo tipo: famílias, carrinhos de bebê, excursões adolescentes… Meu desespero não era “algo da minha cabeça”, a fila era, realmente, assustadora. Mas, Disney é Disney e não nos desaponta nunca, correto? Sim!

Todos os funcionários da Disney aderem ao slogan da empresa “Where the dreams come true” e o atendimento não deixa a desejar, pelo contrário, supera as expectativas do cliente. A enorme fila, surpreendentemente, andou bem rápido e, no máximo, em 20 minutos estávamos sendo atendidos. Além de super simpática, a atendente resolveu rapidamente o nosso problema e, para recompensar o tempo “perdido” na fila por um erro da empresa, presenteou-nos com um Fast Pass. O Fast Pass poderia ser utilizado em um único brinquedo do parque (vale salientar que nem todos os “Fast Passes” possuem acesso a qualquer brinquedo do parque, alguns são limitados, mas este, não: poderíamos escolher qualquer brinquedo). A funcionária ainda nos deu uma excelente dica: usem-no na montanha-russa dos Sete Anões que, por ser a atração mais recente do parque, é também a mais concorrida!

Ao entrarmos no Magic Kingdom, fomos, mais uma vez, surpreendidos pela magia do lugar. Disney é um dos meus lugares preferidos no mundo e, se depender de mim, pretendo voltar várias vezes. Quando nos deparamos com a montanha-russa dos Sete Anões, vimos que a fila normal teria uma espera de mais de duas horas e com o Fast Pass não esperaríamos mais de 5 minutos! A Disney é realmente mágica e faz, com excelência, o uso de Magic Moments, princípio do Inbound Marketing!

Claro que ficamos em êxtase! Esperamos 20 minutos (reclamando) fora do parque e economizamos mais de duas horas dentro dele! Não é à toa que a Disney é uma empresa de sucesso: eles sabem conquistar e fidelizar o cliente.

Inbound Marketing é isto: conquista e fidelização. É lidar com conteúdo e com pessoas. É lidar com palavras, sejam elas faladas ou escritas. É encantar!

E, por todos estes motivos citados acima, apaixonei-me pelo assunto e achei que seria digno de um primeiro post no Medium!

Super indico dois cursos onlines e gratuitos que fiz sobre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo:

Hubspot (em inglês, curso internacional e com certificado)

Rock Content (em português, curso nacional e com certificado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *